O que preciso saber sobre Cirurgia Fetal e ninguém nunca me falou

sobre Cirurgia Fetal

A internet é a principal fonte de informações das pessoas para diferentes assuntos. A diversidade de material disponível facilitou o acesso também às informações de saúde. Para saber sobre Cirurgia Fetal, por exemplo, basta digitar o termo em de pesquisa para receber diversos resultados.  

Mas quando falamos em uma área do conhecimento tão nova quanto a Cirurgia Fetal, as publicações são poucas e, muitas vezes, superficiais. O trabalho da comunidade científica e dos veículos de difusão ainda precisa de mais tempo para que informações mais relevantes estejam ao alcance de todos.  

As informações encontradas sobre Cirurgia Fetal e notícias sobre intervenções em fetos são, muitas vezes, distorcidas, generalizadas ou superlativadas. Por isso, tendem a causar mais confusão e receio do que esclarecimentos.

Recorra aos especialistas para saber sobre Cirurgia Fetal

Informações sobre Cirurgia Fetal devem ser consultadas sempre em centros de referência. Muitos deles, como o nosso, já oferecem informações confiáveis em seus sites. Recentemente, publicamos um artigo com dicas de fontes para encontrar informações sobre Cirurgia Fetal confiáveis.  

Então, ao invés de optar pelo Google, ou outros buscadores, vale mais ir direto até uma dessa fontes. Além de ler informações de fontes sérias, caso você precise de suporte, terá acesso a contatos mais seguros. 

Os centros de Cirurgia Fetal são os espaços mais adequados para avaliação e realização de exames. E isso é o que representa o grande diferencial para um diagnóstico correto e a chance de traçar uma correção intrauterina. 


O quanto devo me preocupar com a necessidade de uma Cirurgia Fetal

Geralmente, apenas um pequeno número de gestações apresenta alterações detectáveis aos exames ultrassonográficos realizados durante o pré-natal. E, felizmente, na maior parte das vezes, não existe risco clínico relevante.

Por outro lado, os casos mais graves de malformações fetais exigem acompanhamento especial. As intervenções, ainda durante o desenvolvimento intrauterino, são indicadas em períodos diferentes, de acordo com cada tipo e estágio de malformação.  

Procedimentos bem-sucedidos, capazes de melhorar a qualidade de vida das crianças, contam sempre com uma equipe multidisciplinar. Especialistas capacitados nãos apenas para abordagens no pré-natal, mas também durante o parto e o pós-natal. 


Quebrando tabus sobre Cirurgia Fetal

Toda abordagem fetal traz riscos para a continuidade da gestação. Por isso, antes de ser indicada, é feita uma análise minuciosa dos eventuais riscos, comparando-os com os possíveis benefícios. Os benefícios e riscos devem ser sempre avaliados de acordo com cada situação.

Sempre em conjunto com a família, considerando as características de cada mãe, do feto, da estrutura familiar e dos tipos e graus da malformação fetal. Assim, mesmo que a equipe responsável esteja convencida sobre os ganhos, a decisão final caberá à família. 

Na maioria dos casos em que um intervenção intrauterina é realizada, consegue-se estacionar e diminuir a intensidade de sequelas que seriam caso a abordagem pré-natal não fosse feita. Usualmente, para que uma Cirurgia Fetal seja realizada, os potenciais benefícios deverão ser claros. 


Conheça três casos de sucesso realizados pela nossa equipe Cirurgia Fetal

Aproveite para conhecer alguns casos reais recentes sobre Cirurgia Fetal, com desfechos favoráveis, que a nossa equipe teve a oportunidade de tratar, em Curitiba. 

  1. Mielomeningocele diagnosticada por Hidrocefalia
  2. Mielomeningocele pelo SUS Paraná
  3. Síndrome da Transfusão Feto Fetal (STFF)

Se você quiser saber mais sobre este assunto, consulte também os outros artigos disponíveis em nosso Blog.

Scroll Up