Três dicas para ajudar no diagnóstico correto da mielomeningocele

mielomeningocele

Pode soar estranho, mas o diagnóstico pré-natal de mielomeningocele não é tão fácil de ser feito. Com certa frequência, essa doença passa desapercebida na ultrassonografia obstétrica.

Some-se a isso a janela de oportunidade relativamente curta para a correção intrauterina, que deve ser feita até a 26a semana. Tem-se, então o resultado desastroso de se desperdiçar a oportunidade da cirurgia fetal que tantos benefícios traz para esses futuros bebês.

A dificuldade do diagnóstico ocorre porque médicos ecografistas menos experientes se prendem à busca da visualização direta do defeito na coluna. Esta imagem pode ser tecnicamente bem difícil de ser obtida.

Entretanto, os sinais indiretos na cabeça do feto são mais fáceis de serem detectados. Esses são altamente sugestivos de mielomeningocele. São eles: a dilatação dos ventrículos cerebrais (hidrocefalia), alteração no formato do perímetro da cabeça (sinal do limão*), achatamento e herniação do cerebelo (malformação de Chiari ou Arnod-Chiari). Sempre que o exame identificar aumento dos ventrículos devemos fazer um exame dirigido. Este serve para identificar defeitos na coluna ou na linha média do cérebro.

*sinal do limão – modificação do formato do perímetro cefálico por alteração dos ossos frontais.

Dicas para o diagnóstico correto da mielomeningocele

Com estas explicações dadas, as quatro dicas mais valiosas para ajudar no diagnóstico correto da mielomeningocele são:

  • Realizar um exame ecográfico com um médico experiente com formação em medicina fetal.
  • Realizar o diagnóstico preferencialmente antes da 22ª semana de idade gestacional. Isso é importante para que haja tempo para uma boa avaliação pré-operatória. Não se pode esquecer que a cirurgia idealmente deve ser feita até o final da 26ª semana.
  • Realizar o exame com um médico que tenha um bom contato com uma equipe de cirurgia fetal para discussão e referenciamento do caso.

Se você gostou desse conteúdo, aproveite para se inscrever na nossa newsletter e receber outros artigos como esse!

Scroll Up
Close Bitnami banner
Bitnami