Cirurgia Fetal a Céu Aberto

Em quais doenças é indicada:

A Cirurgia Fetal a Céu Aberto é uma técnica operatória baseada na abertura do abdome materno, exposição e abertura do útero e abordagem direta do sítio de interesse no feto.  É empregada em casos de Mielomeningocele, e em alguns tumores, como Teratoma Sacrococecígeo Fetal.

Eventualmente, pode ser uma técnica útil em Malformação Adenomatóide Cística que não respondeu outras alternativas terapêutica.

Como é realizada:

Cirurgia Fetal a Céu Aberto é cirurgia de grande porte, que demanda especial atenção no controle da atividade uterina no pós-operatório e observação da mãe em unidade de terapia intensiva no período pós-operatório imediato. Uma estadia hospitalar de 3 a 5 dias é prevista. A incisão e cicatriz na pele da gestante são semelhantes às de uma cesárea.

Como a abertura uterina é realizada geralmente em porções mais altas, a cicatriz uterina remanescente é um ponto de fragilidade e possível ruptura durante as contrações do trabalho de parto da gestação atual ou das vindouras. Por esta razão, após realizada uma Cirurgia Fetal a Céu Aberto, está indicada a cesárea, sendo proscrito o parto normal para esta paciente

Scroll Up